8 de outubro de 2007

Dia de anos

Com que então caiu na asneira
De fazer no domingo
Vinte e seis anos! Que tola!
Ainda se os desfizesse…
Mas fazê-los não parece
De quem tem muito miolo!

Não sei quem foi que me disse
Que fez a mesma tolice
Aqui o ano passado…
Agora o que vem, aposto,
Como lhe tomou o gosto,
Que faz o mesmo? Coitado!

Não faça tal; porque os anos
Que nos trazem? Desenganos
Que fazem a gente velho:
Faça outra coisa; que em suma
Não fazer coisa nenhuma,
Também lhe não aconselho.

Mas anos, não caia nessa!
Olhe que a gente começa
Às vezes por brincadeira,
Mas depois se se habitua,
Já não tem vontade sua,
E fá-los, queira ou não queira!

Poema João de Deus (adaptado)

Nota: Pois é amigos venenos, aqui (publicamente, para evitar o diz que disse) fica o meu muito Obrigada pela noite de sabádo... foi Bru Tal :) e mais uma vez fica provado que fazemos cá uma seita, minha nossa :) Adoro

Beijinhos com veneno 26 forte

Ate Sempre

3 comentários:

el matador (bruno (mano)) disse...

Não precisas de agradecer...plo menos a mim!
Ja sabes proximo ano, tou la outraves...Tas a ficar velha!!

Bjo gnd

Régis disse...

Concordo, não tem nada que agradecer....

mesmo que não tivesses convidado nós tinhamos aparecido em peso para tornar a tua vida muito mais agradável :))

E não, não estás a ficar velha...estás a ficar jovem há mais tempo!!! ehehehehe

A caminhada para os 30 está a terminar...


Beijinhos de veneno VIP

Patrícia disse...

A noite de sabado foi, mas a de segunda foi ainda melhor.

Beijinhos com veneno do frasco 26